terça-feira, 12 de novembro de 2013

Cuba, um país socialista

 por Nadjini,

 Tudo começou no inicio do século XX, quando a ilha de Cuba era uma colônia monocultora que produzia apenas cana de açúcar. Era explorada e controlada pelos Estados Unidos. Cuba era uma ilha onde os ricos iam jogar nos cassinos e gastar suas riquezas em lazer, porém, só quem ia eram os privilegiados.

A população de lá sofria com, pelo fato de tudo isso gerar problemas sociais entre eles, ou seja, os EUA ganhavam dinheiro nas costas de Cuba. Então, por conta disso, um grupo de pessoas que eram lideradas por Fidel Castro, Camilo Cienfuegos e Ernesto “Che” Guevara se espalharam em diversos lugares para planejar uma luta contra o governo.

No ano de 1959 este grupo conseguiu conquistar várias cidades da ilha de Cuba, conseguindo assim o controle total, vencendo o governo, e assim, estabeleceram um novo regime entre as pessoas, e ajudaram a manter uma nova condição de vida para os menos favorecidos.

Logo após terem vencido, Cuba enfraqueceu, pois os EUA suspendeu todas as exportações de cana de açúcar, e Cuba era um pais dependente dos EUA o que levou a essa decaída. Após todos esses conflitos, ocorreu a guerra fria, e Cuba foi praticamente obrigado a se aproximar da União Soviética.

 Após essa aproximação, Cuba e União Soviética participaram  de um  mesmo bloco econômico, fortalecendo todas as exportações  entre os países socialistas, e melhorando assim a educação e saúde no país.

Por muito tempo a ilha se manteve com a União Soviética, mas após a guerra fria, Cuba novamente se enfraqueceu com a queda do URSS. Mas conseguiram se manter com o sistema socialista. Atualmente Cuba mantém sua economia principalmente voltada ao turismo, permitindo também o acesso de novas empresas estrangeiras.

Referências:
TORREZANI, Neiva. Vontade de saber GEOGRAFIA. FTD, 2012
ARAÚJO REGINA. Fronteiras e Nações moderna, 2009.
PERCÍLIA, Eliene. Cuba. Disponível em: <http://www.brasilescola.com/historia-da-america/historia-cuba.htm>. Acesso em: 17 ago. 2013.


Nenhum comentário:

Postar um comentário